sábado, 21 de janeiro de 2017

Ciumeiras



Ele: «Tu tens o teu Facebook cheio de gajos...»
Ela: «E tu tens o teu Facebook cheio de gajas...»
















"And Now For Something Completely Different" (#128)

Cenas de fim do mundo:



1) 2012 (2) Armageddon (3) Deep Impact (4) The Rapture (5) The Day After Tomorrow (6) The Road (7) Terminator 2: Judgment Day (8) Independence Day (9) Children of Men (10) The Matrix (11) Blindness (12) Day of the Dead (13) 28 Weeks Later (14) Dr. Strangelove or: How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb (15) 4:44 Last Day on Earth (16) The Day After (17) Last Night (18) Beneath the Planet of the Apes (19) Kaboom (20) A Boy & His Dog (21) Delicatessen (22) I Am Legend (23) Planet of the Apes (24) Resident Evil (25) Night of the Living Dead (26) Miracle Mile (27) Save The Green Planet (28) Vanishing on 7th Street (29) The Hitchhiker's Guide to the Galaxy (30) Knowing (31) Zombieland (32) Dead or Alive: Hanzaisha (33) Seeking a Friend for the End of the World (34) Sunshine (35) The Quiet Earth (36) WALL·E (37) On the Beach (38) Melancholia.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Autárquicas (#2)*

* Texto publicado hoje no Jornal do Centro


1. Este é o segundo texto que dedico integralmente às autárquicas deste ano. O primeiro foi em 6 de Maio de 2016.

Recordo algumas ideias dessa crónica: (i) no PS, estava a começar um bombardeio dos seguristas de Viseu à concelhia costista de Adelaide Modesto; (ii) o dr. Ruas estava e está bem no parlamento europeu e não vai regressar; (iii) no PSD, António Almeida Henriques vai gerir o processo autárquico à vontade; e, (iv) quanto ao CDS, disse então: “depois do absentismo e afonia do vereador Hélder Amaral, os centristas vão ter muitas dificuldades, mesmo que candidatem algum ex-membro das equipas do dr. Ruas.”


Fotografia Olho de Gato

2. No PS, a segurista Lúcia Silva já é candidata a candidata. Deu, nessa qualidade, uma entrevista ao Jornal do Centro, onde informou que já “sentiu” o apoio do secretariado da concelhia e que, tudo que seja dito em contrário, é “hipocrisia humana”.

Ao mesmo tempo, declarações anónimas de militantes destacados a este jornal vão destilando: “pouco ambiciosa”; “ausência de bandeiras”; “direcções políticas fracas”; “ninguém se quer incomodar”.

Os “vips” do PS-Viseu estão esta nulidade cívica. Muito veneno cochichado aos jornais, nenhuma coragem para assumirem no partido e publicamente o óbvio: como se viu na entrevista, Lúcia Silva é um vazio de ideias sobre a cidade e o concelho, um vazio que até já pede socorro ao bloco e ao PCP.

3. António Almeida Henriques está à vontade.

Tem, contudo, uma decisão estratégica para tomar: se é para dar tanto poder ao seu adjunto Jorge Sobrado, se é para o pôr a tomar decisões à solta (ver o caso da Viseu Marca), é mais transparente para com os viseenses pô-lo na lista como candidato a vice-presidente.

4. Quanto ao CDS, sim, o “ex-membro das equipas do dr. Ruas” em que estava a pensar há oito meses e meio era mesmo Américo Nunes. Ele acaba de ser “convidado” pelo presidente da concelhia centrista.

Adivinha-se um ano muito divertido.

P&B

Auto-retrato
Gif Olho de Gato



O mundo é a cores, mas a preto e branco é mais realista
Wim Wenders


quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Calhaus*

* Texto publicado no Jornal do Centro há exactamente dez anos, em 19 de Janeiro de 2007


1. O artigo 140º do Código Penal determina: «A mulher grávida que der consentimento ao aborto praticado por terceiro, ou que, por facto próprio ou alheio, se fizer abortar, é punida com pena de prisão até 3 anos.»

Um aborto dói à mulher no corpo e na alma. Um aborto é um mal dramático e dilacerante. Perseguir quem fez um aborto é fazer um mal em cima de outro mal.

É por isso que, no próximo referendo, vou votar “sim”.

Wikipédia
2. Já passaram exactamente cinco anos, quatro meses e oito dias sobre o 11 de Setembro de 2001. Nesse dia George W. Bush prometeu a cabeça de Bin Laden aos americanos. De uma forma bárbara, Saddam Hussein foi pendurado agora na ponta duma corda. Só que a barba que Saddam deixou crescer no fim da vida não é confundível com a barba longa de Osama Bin Laden.

Em 28 de Fevereiro de 2003, poucas semanas antes da vergonha da Cimeira das Lajes e do sequente início da Guerra do Iraque, escrevi aqui no Olho de Gato: “Se as coisas tenderem para o pesadelo e Bush avançar para uma acção unilateral, o mundo ficará muito mais perigoso. E é escrita a primeira página da decadência da América.”

O plano de Bush para o Iraque, anunciado em 11 de Janeiro, que passa pelo envio de mais 20 mil militares e por tentar passar a “batata quente” para o governo xiita de Bagadad, não traz nada de muito promissor. Bush já só quer comprar tempo até à chegada do novo inquilino (ou inquilina) à Casa Branca, daqui a dois anos.

3. Em vez de relva, prantaram uns seixos horrorosos em várias rotundas de Viseu; pode vê-los, por exemplo, na Rotunda da Quinta do Galo ou na nova rotunda à frente dos Bombeiros Municipais.

Para que servem aqueles calhaus nas rotundas? Para servirem de munições numa intifada?

Cuando mi error y tu vileza veo

Fotografia de Wingate Paine

Cuando mi error y tu vileza veo,
contemplo, Silvio, de mi amor errado,
cuán grave es la malicia del pecado,
cuán violenta la fuerza de un deseo.

A mi misma memoria apenas creo
que pudiese caber en mi cuidado
la última línea de lo despreciado,
el término final de un mal empleo.

Yo bien quisiera, cuando llego a verte,
viendo mi infame amor poder negarlo;
mas luego la razón justa me advierte

que sólo me remedia en publicarlo;
porque del gran delito de quererte
sólo es bastante pena confesarlo.


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Alicante Lullaby

Daqui


In Alicante they bowl the barrels
Bumblingly over the nubs of the cobbles
Past the yellow-paella eateries,
Below the ramshackle back-alley balconies,
While the cocks and hens
In the roofgardens
Scuttle repose with crowns and cackles.

Kumquat-colored trolleys ding as they trundle
Passengers under an indigo fizzle
Needling spumily down from the wires:
Alongside the sibliant narhor the lovers
Hear loudspeakers boom
From each neon-lit palm
Rumbas and sambas no ear-flaps can muffle.

O Cacophony, goddess of jazz and of quarrels,
Crack-throated mistress of bagpipes and cymbals,
Let be your con brios, your capricciosos,
Crescendos, cadenzas, prestos and prestissimos,
My head on the pillow
(Piano, pianissimo)
Lullayed by susurrous lyres and viols.
Sylvia Plath

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

A noite deixou-me outra vez transtornada

Daqui

A noite deixou-me outra vez transtornada
lentamente a manhã se enche
de palavras que eu sei de certeza que significavam alguma coisa, mas o quê?
que ontem significavam alguma coisa.

Andar é balançar sobre os pés,
vejo na rua os seres de sangue quente
que tiveram também a inexplicável coragem
de se levantarem
em vez de ficarem deitados.

Nunca ninguém tem a certeza de nada,
de ser amado, de ser abandonado
tudo é possível e tudo é permitido
tudo sucede em alternância.

Agora me lembro o que queria dizer:
enquanto isso não trouxer infelicidade
é uma sensação agradável. Mas no fundo
somos doces como Turkish Delight
numa lata cheia de pregos.
Judith Herzberg
Trad.: Ana Maria Carvalho Lemmens


segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

A chaga que, Senhora, me fizestes

Fotografia de Jonathan van Smit

A chaga que, Senhora, me fizestes,
não foi pera curar-se em um só dia;
porque crescendo vai com tal porfia
que bem descobre o intento que tivestes.

De causar tanta dor vos não doestes.
Mas, a doer-vos, dor me não seria,
pois já com esperança me veria
do que vós que em mim visse não quisestes.

Os olhos com que todo me roubastes
foram causa do mal que vou passando;
e vós estais fingindo o não causastes.

Mas eu me vingarei. E sabeis quando?
Quando vos vir queixar porque deixastes
ir-se a minha alma neles abrasando.
Luís Vaz de Camões



domingo, 15 de janeiro de 2017

Casa Crocodilo

Fotografia daqui


Se precisares de um bom artigo de couro,
uma carteira para toda a vida,
ou um cinto de fivela bem cromada,
vai à Batalha e desce a Rua Cimo de Vila.
Ignora a atmosfera de tempo suspenso,
e não te deixes intimidar pelas mulheres lânguidas
que te chamam filho, à porta das pensões.
Lembra-te que vais pelo couro.
À tua direita, verás a Casa Crocodilo.
- entra e diz que vais da minha parte.
Carlos Tê